CIÊNCIAS SEM FRONTEIRAS

Amigos, hoje vamos falar de um programa bem legal para os nossos universitários, o ciência sem fronteiras.

O Ciência sem Fronteiras é um programa de intercâmbio promovido pelos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação e Ministério da Educação, por meio de suas respectivas instituições (CNPq e Capes) e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC.

Ele é voltado exclusivamente para alunos de graduação e pós-graduação, onde é disponibilizados bolsas para estudos ou estágios no exterior com a finalidade de manter contato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação.

Seu objetivo é investir na formação de profissionais altamente qualificados e, em contrapartida, promover a inserção internacional das instituições brasileiras pela abertura de oportunidades semelhantes para cientistas e estudantes estrangeiros.

Modalidade Nº de Bolsas
Doutorado sanduíche 15.000
Doutorado pleno 4.500
Pós-doutorado 6.440
Graduação sanduíche 64.000
Desenvolvimento Tecnológico e Inovação no Exterior 7.060
Atração de Jovens Talentos (no Brasil) 2.000
Pesquisador Visitante Especial (no Brasil) 2.000
Total 101.000

O Programa possui acordos e parcerias com diversas instituições de ensino ao redor do mundo. Exemplo de países participantes do programa são: Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Coreia do Sul, China, Dinamarca, Estados Unidos, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Irlanda, Reino Unido, Japão, Suécia, e vários outros.

Conforme informações do próprio site do programa, a meta a serem alcançadas até 2015 são as seguintes:

Destas 101.00 mil bolsas, a maioria é custeada pelo Governo Federal, mas uma parte também é financiada pela Iniciativa Privada.

As áreas contempladas pelo Programa são as seguintes:

• Tecnologia Mineral;

• Biotecnologia;

• Nanotecnologia e Novos Materiais;

• Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais;

• Biodiversidade e Bioprospecção;

• Ciências do Mar;

• Indústria Criativa (voltada a produtos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação);

• Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva;

Se você se interessou e quer participar, acesse este link e lá você encontrará os requisitos que deverão ser preenchidos.

Aliás, neste site você verá que não é só para universitário, mas contempla tecnólogo, doutorado sanduíche, doutorado pleno, pós doutorado, etc..

Espero que tenham gostado da dica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s