SANTIAGO

Olá amigos!

Hoje vou falar de um destino muito visitado pelos brasileiros, especialmente no inverno: Santiago. Minha viagem aconteceria em julho/2009, exatamente durante o surto do vírus H1N1, e decidimos adiar a viagem duas semanas antes de embarcar! Que frustração! Tudo pronto, tudo planejado, mas eu não me arriscaria e coloquei na minha cabeça que estava apenas adiando a viagem. Enfim, dois anos depois, em setembro/2011 fomos (eu e Marina, claro) conhecer a capital chilena.

Consegui as duas passagens por milhas e fiz o planejamento totalmente sozinha. Pelas minhas pesquisas, o melhor bairro para se hospedar seria o bairro de Providencia, pois conta com uma variada opções de restaurantes, tem metrô, é bem movimentado, enfim, uma ótima localização.

Nossa viagem seria rápida, apenas 4 dias aproveitando um feriado. Então nosso tempo deveria ser otimizado. Estudei muito o mapa da cidade para podermos aproveitar da melhor maneira e montei o roteiro de acordo com as proximidades.

Quero focar nesse post não apenas o que fiz, mas principalmente os passeios voltados para criança. O motivo principal da nossa escolha por Santiago foi a possibilidade da Marina conhecer neve. Fomos no inicio de setembro e pegamos o finalzinho do inverno.

Então, a prioridade do roteiro seria conhecer uma estação de esqui. Valle Nevado era, sem dúvida, a mais famosa e mais comentada, porém, depois de muito pesquisar decidi ir a Farellones, pois lá tem atividades que a Marina iria curtir muito, como a tirolesa. Lá também tem a opção de aulas de esqui, mas não fizemos, pois queríamos mesmo era curtir a neve e o momento, fazer coisas que vemos em filmes, como fazer guerra de bolinha de neve, boneco de neve, anjinho na neve…enfim, divertir! Sobre Farellones, o que tenho a dizer foi que gostei, mas acho que falta estrutura. Tem poucas opções de lugares para comer, poucas opções para fugir do frio quando ele aperta. Não sei como é a estrutura de Valle Nevado, mas acredito que seja melhor. Fomos de van por uma empresa que faz esse serviço e a mesma empresa oferece o aluguel de tudo que é necessário para aproveitar e aguentar o frio e a neve: casaco impermeável, bota impermeável, luva. Achei que valeu a pena alugar, pois são coisas que nunca mais usaria, então não queria comprar!

clip_image002

clip_image004

Mas, além da neve, Santiago e seus arredores oferecem uma variedade enorme de passeios! No meu roteiro inclui a visita ao Palácio de La Moneda, sede da presidência da república no Chile. É interessante conhecê-la, de preferência no momento da troca da guarda presidencial, que acontece as 10:00 em dias alternados e é bem interessante e disputada! Quando fui, observei inclusive excursões escolares e turísticas e iam exclusivamente ver a apresentação. Fica bem cheio, portanto, se deseja um bom lugar, chegue com pelo menos meia hora de antecedência. É possível também fazer a visita guiada no interior do palácio, mas deve ser agendada com antecedência (http://www.gob.cl/la-moneda.). É interessante aproveitar esse passeio e conhecer lugares importantes no centro da cidade, como Plaza das Armas (praça principal da capital), Paseo Ahumada, Igreja de San Francisco, Basilica de la Merce.

clip_image006

Palácio de La Moneda

clip_image008

Plaza das Armas

Outro passeio que merece destaque é o Cerro de Santa Lucia, um parque com fontes e escadas que conduzem ao topo, onde é possível ter a vista da cidade. A vista é realmente muito bonita, principalmente da cordilheira, mas a cidade tem um aspecto meio “cinza”, “poluída”.

clip_image010

O passeio favorito da Marina (depois da neve, claro), foi o Cerro San Cristoban (http://www.parquemetropolitano.cl/). Lá é possível ver a cidade toda, além disso, tem várias atrações, como o Santuário da Virgem de La Concepcion, jardim japonês, mirante. A subida ao Cerro já é uma atração a parte. É feita pelo funicular, e tem uma parada no zoológico. Claro que fomos ao zoo e também adoramos! Tem uma boa variedade de animais, inclusive de alguns não encontrados nos zoos daqui, como pinguins e urso polar. Bem próximo ao Cerro, está o Patio Bellavista, uma área com lojas de artesanato e restaurantes que merece uma visita.

clip_image012

Cerro de San Cristoban

clip_image014

Zoológico

clip_image016

Patio Bellavista

Além desses passeios tradicionais, fizemos muitos passeios a parques e praças. Lugares onde descansávamos, sentávamos, Marina podia curtir, aproveitar cada momento, sem pressa, sem estresse. Os mais interessantes foram o Parque Balmaceda, na verdade uma praça, bem grande e muito bonita, onde as pessoas aproveitam para caminhar e fazer passeios tranquilos e o Parque O’ higgins , uma diversificada área de lazer, com lago, playground, quadra de tênis, pista de patinação no gelo durante o inverno, aquário com espécies de peixes e outros animais marinhos e um museu de insetos e conchas, mas, na minha opinião, a visita ao aquário e ao museu de insetos não valeram a pena! Pouquíssima variedade. Mas o passeio no parque valeu muito a pena.

clip_image018

Parque O’ higgins

clip_image020

Parque Balmaceda.

O nosso meio de transporte na cidade foi basicamente o metrô. Simples, fácil, rápido e atende aos principais pontos turísticos. Tinha uma estação bem próxima ao meu hotel, o que facilitava muito nosso deslocamento.

Com relação às compras, não tenho muito que falar. Para falar a verdade, achei os preços semelhantes aos do Brasil, então não é um lugar onde o objetivo são as compras! Fomos ao shopping Parque Arauco (esse shopping oferece transporte para vários hotéis; em horários específicos o ônibus passa pelo hotel pegando os hóspedes), e apesar de não ter comprado praticamente nada, nos aproveitamos da praça de alimentação (restaurantes variados e deliciosos) e da pista de patinação no gelo.

clip_image022

Apesar de a cidade oferecer algumas opções de museus e da Marina gostar muito desse tipo de programa, optei por não incluir nenhum em nosso roteiro, porque nosso tempo seria curtíssimo e o objetivo da viagem seria mais um passeio relaxante, aproveitando parques, praças, etc. Além disso, existem outras opções de passeio que não fiz porque achei que não seria interessante para ela, como vinícolas e o próprio Mercado Central, além disso, não conhecemos Vina del Mar e Valparaiso, porque nosso tempo foi curtíssimo. Apesar disso, foi uma viagem super divertida e bem aproveitada!

by Ana Cristina Nacife.

5 comentários sobre “SANTIAGO

    • Alice, realmente é um passeio bem interessante! Vale a pena!
      Nao fique chateada pq logo vc realiza seu sonho! Eu tive que adiar a minha viagem para lá por 2 anos….mas no final deu tudo certo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s