Las Vegas – Hotéis que nos hospedamos – TROPICANA

clip_image002

Olá Viajantes,

O Tropicana Las Vegas é um hotel antigo, mas que foi totalmente renovado nos últimos anos (uma reforma que custou centenas de milhões de dólares). Ele se localiza na Strip, mas não naquela parte central, no burburinho do Caesars’s, sabem? Fica mais afastado, no início dela, perto do Mandalay, New York New York e coladinho no MGM. Eu, particularmente, acho ótima a localização, mas não dá pra ir a pé até o Stratosphere, por exemplo. Pra visitar os cassinos mais distantes tem mesmo que pegar um carro, ônibus ou táxi.

Como a maioria dos hotéis da cidade, ele tem um tema, ou melhor, uma “inspiração”: South Beach, uma coisa meio tropicaliente, rsrs. O bom é que ele é clean, todo branquinho, sóbrio, sem aquelas afetações de muitos cassinos, que beiram à cafonalha… hahahaha! Se bem que eu curto tudo em Las Vegas, até a breguice declarada dos cassinos, acho tão divertido! O cassino dele é bom, mas não é enoooorme quanto o de outros hotéis mais chiques e famosos. Mas tá sempre bem movimentado (embora não lotado, o que é ótimo pra quem joga) e a aposta mínima nas mesas não costuma ser tão alta quanto a de alguns vizinhos – pelo que me disseram, já que eu só fico pelos caça-níqueis mesmo!

Bem, se tem uma coisa que pega pra mim nos hotéis-cassino é o cheiro. Eu sou super alérgica, rinite quase sempre a mil, e muitos hotéis carregam no cheiro, que ainda se misturam com cigarro, enfim. E o cheirinho do Tropicana é bom, sei lá, lembra côco, bem gostosinho! A limpeza do hotel também é ótima, tanto das áreas comuns quanto dos quartos, e esse é um ponto bem importante quando decido onde me hospedar. Não preciso de luxo, mas faço questão de um lugar bem limpo, com cama e chuveiros bons. E isso você com certeza vai encontrar no Tropicana!

O hotel tem duas torres, a Paradise Tower, que fica mais perto do lobby e a Club Tower, que fica mais pra trás, pra perto da piscina. Aqui uma dica: os hotéis lá são bem grandes, e o Tropicana também é grandinho (claro que tem outros beeem maiores, mas…). Então andar do estacionamento até seu quarto nem sempre é rapidinho. Por isso, se você quiser economizar suas pernas, peça pra ficar na Paradise Tower.

Os quartos são amplos, com uma decoração mais ou menos clean, sem grandes extravagâncias. As camas são confortáveis e os banheiros têm tamanhos bons, e tudo é bem limpinho. Todos os quartos possuem TV 42”, ferro de passar roupa, secador de cabelo e cofre. O hotel cobra uma taxa de resort fee de US$19 por dia, que te dá acesso ao uso das piscinas, à internet wi-fi nos quartos etc. Aqui um adendo: no primeiro andar da Club Tower o wi-fi nos quartos não estava funcionando quando fui, em fevereiro de 2013, e alguns funcionários disseram que lá é sempre assim. Nossos amigos que estavam nesse andar reclamaram, e com muito custo conseguiram desconto de 50% no resort fee.

clip_image004

Deluxe Room da Paradise Tower (foto retirada do site do hotel, mas que é bem fiel à realidade).

Para comer, as opções são variadas, e vão desde Starbucks a restaurantes e bares bem avaliados. Alguns deles:

Bacio: comida italiana, abre diariamente para o jantar. Preços médios, pratos que variam de US$20 a US$40.

Biscayne: SteakHouse, também abre diariamente para o jantar, e fica em frente ao Bacio. Os preços são mais salgados, dependendo do prato podem chegar até a US$100.

Beach Café: aberto 24 horas, pode ser sua salvação depois das 11p.m., quando muitos restaurantes já fecharam e você tem poucas opções pra comer. Vale lembrar que o cardápio de tarde da noite é diferente do jantar, as opções não são as mesmas. O preço é bem amigável!

Bagatelle: um restaurante-bar mais chique, e preços mais caros, obviamente. Tem um brunch famoso, e por quase US$300 você pode comer caviar devidamente acompanhado com duas tacinhas de Dom Perignon.

Além desses e do Starbucks, que eu já citei, tem a South Beach Food Court velha de guerra, onde você pode comprar aquele snack ou comer um hot dog muuuuito bom gastando pouco, entre uma jogadinha e outra no cassino! Para mais informações sobre as comidinhas, acessem aqui.

A piscina do hotel é bem gostosa, e é de graça para os hóspedes (de graça em termos, porque pagamos resort fee, né?). Não hóspedes podem usá-la, mas pagando US$15.

clip_image006

Imagina que delícia ficar aqui nessa piscina no verãozão de Las Vegas?

 

Em resumo, o Tropicana é um hotel intermediário, sem os grandes luxos de alguns vizinhos, mas seu preço também costuma ser mais amigável do que o deles, com boas promoções de diárias. Se não quiser se aventurar em hotéis mais chiques (que em Las Vegas não são nada caros quando comparados a outras cidades americanas), pode ser uma boa opção de hospedagem!

By Maria Farnesi

Anúncios

5 comentários sobre “Las Vegas – Hotéis que nos hospedamos – TROPICANA

  1. Las Vegas é demais! Já fui para Las Vegas uma vez e achei a cidade mais fascinante do mundo. Os hotéis, cassinos, baladas, restaurantes e compras, são demais. Vou viajar para lá de novo esse ano e adorei suas dicas! Obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s