Aluguel de carro nos EUA e Europa

Oi pessoal! Hoje vou falar um pouquinho sobre o que vocês precisam saber para alugar um carro nos EUA e na Europa.

A primeira coisa é a documentação necessária. Para alugar um carro por lá é preciso ter carteira de habilitação válida. Prestem muito atenção na validade! Caso ela for vencer durante sua viagem, você só poderá alugar o carro no período que ela for válida. E quanto à PID (Permissão internacional para dirigir)? A maioria dos países não exige a PID. A Jannayna vai explicar melhor isso para vocês no post dela.

Outra coisa importante são os seguros. Tanto nos EUA quanto na Europa, existem uma série de seguros que se pode contratar ao alugar o carro. Alguns são, na minha opinião, obrigatórios :

– CDW/LDW – Isenta o locatário de toda responsabilidade financeira no caso de perda ou danos e roubo, desde que não quebre nenhuma cláusula contratual. Caso o locatário recuse esse seguro, ele será totalmente responsável por qualquer dano ocorrido ao veículo, independente de culpa.

– LP/EP/LIS- Proporciona ao locatário e ao motorista adicional uma cobertura de até U$ 1 milhão em caso de danos pessoais e/ou materiais contra terceiros incluindo invalidez permanente ou morte. Conforme exigido pela lei todas as tarifas de locação já incluem uma cobertura básica que na Flórida, por exemplo, é de U$10.000 por pessoa ou U$20.000 total por cada acidente. Esse seguro também oferece aos passageiros do carro alugado uma cobertura de até U$ 100.000 por danos físicos e materiais causados por terceiros que não tenham seguro contra terceiros ou que o seguro seja insuficiente.

Alguns cartões de crédito oferecem seguro no aluguel de carro. O seguro que a maioria dos cartões oferece, é apenas equivalente ao CDW/LDW e não oferece cobertura nenhuma para danos físicos ou materiais a terceiros, não abrangendo carros de luxo, conversíveis e carros acima de 5 passageiros. Vale ressaltar também que o seguro oferecido pelo cartão é secundário, ou seja, ele apenas entra em ação após todo e qualquer seguro já tiver sido utilizado até o máxima cobertura. Se quiser contratar esse seguro, consulte seu cartão antes de viajar para tirar todas as dúvidas sobre cobertura.

Vou ser sincera com vocês. Na minha opinião, não vale a pena economizar no quesito seguro. Vale a pena gastar um pouco mais do que se aborrecer e gastar muito MAIS caso ocorra algum acidente. Lembre-se, você vai estar em um país que não é o seu, onde muitas vezes não dominamos a língua e não conhecemos a legislação.

Você pode alugar o carro em um estado e devolver em outro, no caso da Europa em um país e devolver em outro, sem problema. Só fique atento ao valor… Muitas vezes pode sair mais caro devolver em um estado/ pais diferente do que você alugou. Na Europa essa diferença pode chegar a 200 Euros fácil e nos EUA coisa de U$ 1.000,00!

Alugar o carro no aeroporto é super cômodo e prático, mas só a título de curiosidade, paga-se por isso cerca de 10% a mais do que se alugasse fora (taxa do aeroporto).

Na hora da locação você pode optar por devolver o carro com o tanque cheio ou pagar uma taxa e devolver com qualquer nível de combustível. Se informe sobre o que diz a sua locação. Caso você tenha que devolver o tanque cheio e devolvê-lo vazio, irá pagar o preço do combustível da locadora, que é MUITO mais caro que no posto. Preste atenção também se a quilometragem é ilimitada.

É cobrado pelo motorista adicional, porém algumas locadoras como a Avis e a Budget podem não cobram se o motorista adicional for o/a cônjuge. Informe-se!

Quando for escolher a categoria lembre-se das malas na volta! Faça as contas de pelo menos duas malas grandes por passageiro… Apesar de muita gente fazer, não é permitido circular com as malas entulhadas nos bancos no meio dos passageiros. Se forem mais de 2 adultos, veja se vale mais apenas alugar um carro de um categoria maior ou dois carros.

clip_image002

Lembre-se que a maioria, quase a totalidade, dos carros alugados nos EUA é automático. Se você nunca dirigiu um carro assim pode estranhar um pouco…

Não esqueça do GPS. Com certeza, vale o investimento! Nos EUA vale mais apenas comprar um por lá do que alugar, principalmente se for ficar por muitos dias.

E a cadeirinha ( car seat)? Se você colocar na ponta do lápis, vale muito mais a pena comprar uma por lá que alugar, afinal você encontra vários modelos bem baratos nos Walmart da vida (isso nos EUA). Mas, aí fica uma dúvida. E no caminho até o Walmart mais próximo? Bom, se você optar por comprar a cadeirinha por lá,e não alugar na locadora, é rezar para não ser parado por nenhum guarda e rezar mais ainda para não acontecer nenhum acidente… Eu particularmente não recomendo levar criança nenhuma no colo ou solta no carro em distância nenhuma em nenhum país. Então o que fazer? Leve a sua cadeirinha daqui e compre um modelo muito mais moderno/bonito por lá! Se o modelo for um booster então, quase não vai ocupar espaço na mala na volta.

Só não circule muito tempo por lá com uma cadeirinha nacional. Teoricamente somente cadeirinhas regulamentadas pelo país podem circular, tanto na Europa quanto nos EUA.

Fique atento na hora marcada para a devolução do carro. Se o carro for entregue depois da hora certamente será cobrada uma diária a mais.

Como eu disse no meu post anterior, veja se há realmente necessidade de alugar carro. Cidades como NY e Londres têm um sistema de transporte público eficiente e estacionar um carro pode ser uma tarefa difícil e cara.

E como alugo? Você pode alugar direto no site das locadoras, em sites de agências virtuais em agências de viagem aqui no Brasil ou quando chegar lá. Eu quase sempre alugo nas agências. É onde sempre encontro os melhores preços. Geralmente, quando alugamos por agência, já está tudo incluído. Seguros, GPS, motorista adicional… só não está a cadeirinha. Informe-se bem sobre o que você está contratando. Quando chegar lá o/a atendente vai tentar te empurrar tudo e mais um pouco. Basta mostrar o voucher da locação e dizer “no thanks” para tudo o que eles oferecerem.

ALUGUEL DE CARRO NOS EUA

Para se alugar um carro nos EUA é preciso ter no mínimo 21 anos. Para aqueles entre 21 e 25 anos é cobrada uma taxa diária durante o período da locação.

E quanto ao pedágio? Hoje em dias todos os carros da Hertz, Alamo, Avis e Thrifty na Flórida, estão registrados e equipados com o TollPass (SunPass, E-Z Pass). Isso permite que o carro passe pelo pedágio por fora da cabine e a cobrança seja feita pelo cartão de crédito registrado na hora da locação.

clip_image004
clip_image006

Caso seu carro não venha equipado com o TollPass ( não esqueça de perguntar ao atendente), fique atento e tenha sempre moedas separadas para o pedágio. Existem algumas vias em que o pedágio não tem cobrador e o motorista deve literalmente jogar as moedas, no valor exato, em um compartimento próprio para que a cancela seja aberta. Você sempre pode fugir das vias com pedágio programando o GPS, porém o caminho se torna mais longo.

clip_image008

clip_image010

Uma dúvida bem frequente é a cadeirinha para criança. Lembrando que cada estado americano tem a sua legislação própria, então vale a pena pesquisar antes da viagem. Como o destino mais comum de nós brasileiros é a Flórida, vou passar para vocês como é por lá.

– Para bebês até 2 anos de idade é obrigatório a “child seat” em que a criança fica de costas para o motorista no banco traseiro.

clip_image012

– De 2 anos até 4 anos/ 18 quilos é obrigatória a cadeirinha, no banco traseiro voltada para frente.

clip_image014

-Dos 4 aos 8 anos e altura inferior a 1,50m é necessário o “booster” que é um assento de elevação, também no banco traseiro.

clip_image016

– Para as crianças acima de 8 anos e/ou 1,50 é dispensado o booster desde que o cinto de segurança cruze o peito da criança e não encoste no pescoço.

– Somente as crianças ACIMA de 13 anos podem andar no banco da frente.

O cinto de segurança é obrigatório para TODOS os passageiros, independente do banco que ocupa.

Depois que você se dirigir ao balcão da locadora, entregar o voucher, fechar tudo e tals, eles vão te dizer onde pegar o carro. Não se assuste! Você vai chegar em um estacionamento onde os carros estão separados por categorias. Basta se dirigir até a categoria que você alugou, escolher um carro, entrar e sair dirigindo! Isso mesmo, você escolhe o carro! E aí vale, abrir o carro, entrar, sentar, tirar foto para ver qual cor fica melhor… rsrsrs Na saída é só passar pelo guichê, entregar o papel ao atendente e rumo à diversão. Ah, lembre-se que o GPS não funciona no estacionamento, e que muitos deles vem com uma programação que não deixa inserir nenhum endereço com o carro em funcionamento.

ALUGUEL DE CARRO NA EUROPA

O aluguel de carro na Europa é muito parecido com o aluguel nos EUA. Porém alguns cuidados deve ser tomados. O primeiro é a PID. Alguns países, como a Alemanha, exigem a PID.

A idade para a locação varia em cada país (18 em alguns 21 em outros) e em muitos países se exige um mínimo de 2 anos de carteira.

Como você pode em um dia viajando pela Europa sair de um país e entrar em outro, deve-se verificar essa possibilidade na sua locadora. Muitas não permitem isso, principalmente se o destino for o Leste Europeu. Uma opção é alugar na Alemanha, que possibilita trafegar por Praga, Budapeste e outros destinos do Leste Europeu.Outra coisa é verificar se o seu seguro cobre a circulação entre vários países. Muitos seguros não valem mais quando você sai do país onde locou o automóvel.

Na Europa a cadeirinha também é obrigatória, assim como o cinto de segurança para TODOS os passageiros. A idade varia de país para país, mas é bem parecida com a regulamentação americana.

Se sua intenção for viajar sem rumo e sem pressa pela Europa, opte pela opção de quilometragem livre.

Muitos países na Europa não cobram pedágio, como a Alemanha. Em alguns onde o pedágio é cobrado há a obrigatoriedade de portar o selo-pedágio, uma espécie de pedágio pré pago. Este selo é obrigatório na Eslováquia, República Tcheca, Hungria, Suíça , Áustria, entre outros países, e custa em média 8 Euros por 7 dias, o que é bem menos que uma multa por não portá-lo no carro, que pode chegar a 120 Euros na Áustria, por exemplo. Ele pode ser encontrado nas fronteiras, em postos de gasolina ou em agências de correio e em algumas locadoras.

clip_image018

O pedágio nas estradas europeias é bem caro! Em alguns países como a França o valor cobrado incide sobre a quilometragem realizada e pelo tamanho do veículo. Assim, quando você entra em uma rodovia que há pedágio, você retira um ticket de uma máquina que deverá ser apresentado no momento da saída da estrada a um funcionário que calculará o valor a ser pago de acordo com o quanto o carro rodou. Esse valor deve ser pago em dinheiro somente. Na Itália e na Espanha o sistema é parecido com o da França, só que não leva em consideração a distancia percorrida. Em Portugal o sistema é totalmente automatizado, ou seja sem atendente, portanto separe o dinheiro ou o cartão.

clip_image020clip_image022

Assim como nos EUA, uma opção para fugir do pedágio é viajar pelas estradas secundárias, que são geralmente tão boas quanto as principais. O único porém é o tempo, que será maior nessas estradas. Pode-se programar o GPS para os caminhos sem pedágio.

Se você vai viajar atravessando vários países, vale a pena calcular o quanto se vai gastar em pedágio e gasolina. Um bom site para consulta é o Via Michelin que mantém atualizado a média dos preços dos pedágios e do combustível nos países.

Observe também qual o combustível do carro que você está alugando. Na Europa, assim como nos EUA, você mesmo abastece seu carro e para cada combustível há uma mangueira com um bocal diferente para ser encaixado no tanque.

Em breve, faremos um post com dicas para dirigir na Europa e nos EUA.

Bjs e até o próximo!

by Daniela Jorge Avila Schneider

4 comentários sobre “Aluguel de carro nos EUA e Europa

  1. Olá,

    Vou viajar em Dezembro para Disney e estou com uma dúvida, estava pensando em alugar um carro, mas já pesquisei na internet e muita gente fala que quando aluga por aqui, chegando la eles te cobram de novo ou quando chega a fatura do cartão eles te cobraram o mesmo valor que vc já pagou aqui no Brasil, seja com a CVC, Decolar.com, Tam etc. então estou muito em dúvida de como fazer, se deve alugar antes de ir ou deixar para alugar lá?? Qual empresa seria melhor para alugar?? Ou Alugar aqui mas deixar para fazer o pagamento no destino??
    Se puder me ajudar fico grato.

    Abraços!

    • Rafael. Já fui diversas vezes aos EUA e sempre faço minha locação aqui no BR, seja via agente de viagens ou no próprio site da locadora. Nunca tive cobrança em duplicidade. O que acontece é que muitas vezes a pessoa fecha aqui no BR e quando chega no atendente pra retirar o carro não entende o que ele fala, ou não entende inglês e acaba aceitando contratação de seguros extras (que não são necessários) aí essas cobranças são feitas no cartão de crédito que fica como caução. Assim, se vc contratar por aqui com tudo que é obrigatório, chegando lá NÃO ACEITE NADA que eles empurrarem pra vc…outra cobrança que pode ser feita no seu cartão é de gasolina, eles entregam o carro com tanque cheio e querem devolução com tanque cheio..se vc deixar pra encher na locadora vai pagar mais caro, então antes de entregar abasteça o carro. Qualquer dúvida estamos a disposição.

  2. Nossa pode ser isto mesmo, ou até mesmo a pessoa faz upgrade do carro e depois acha que não vai vir cobrando né…. Muito Obrigado, estava meio em dúvida mas vc me ajudou muito. Obrigado!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s